PROFESSORA MARIA JULIA

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

A crise de 1929 e o Nazi-Fascismo

A CRISE DE 1929 E O NAZI-FASCISMO

Os Estados Unidos obtiveram muitas vantagens com a Primeira Guerra Mundial, pois exportaram grande quantidade de produtos para a Europa e emprestaram dinheiro aos países envolvidos na guerra. Com isso, tornaram-se os países mais ricos e poderosos do mundo. Na década de 1920, atingiram o auge da prosperidade econômica. A situação, entretanto, não se manteria. Em 1929, estourou uma grave crise na economia, provocada pela superprodução de bens de consumo e pela especulação financeira na Bolsa de Valores. Os efeitos da crise atingiram a maioria dos países capitalistas.


1-A crise econômica de 1929, por sua profundidade e extensão, atingiu todo o mundo ligado ao capitalismo. Quais foram os efeitos dessa crise no Brasil, sob os aspectos econômico e político?


2 -Observe esta figura:
As imagens reunidas nessa figura expressam dois momentos significativos da vida econômica e social norte-americana: a riqueza dos anos 20 do século XX, traduzida pela crença otimista no modo de vida americano - "o american way of life" -, popularizado durante o "New Deal", e a depressão econômica dos anos 30 do mesmo século, com suas enormes filas de pobres e desempregados.
Esses dois momentos estiveram relacionados à:
a) alta crescente dos preços agrícolas, que impediram o deslocamento do poder aquisitivo para a compra de bens industriais e serviços.
b) decisão norte-americana de reduzir o ritmo da produção industrial e agrícola alcançado no período da Guerra de 1914-1918.
c) expansão da oferta de mercadorias, da publicidade e da indústria do lazer favorecidas pelo crédito fácil e aliadas à especulação com ações.
d) onda puritana que fortaleceu o espírito de poupança, contendo os investimentos da classe média e do operariado.
3- AQUINO, Rubim, LISBOA, Ronaldo e PEREIRA NETO, André. "Fazendo a História". Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1986. p. 134.)
A charge se refere a uma das crises cíclicas do Capitalismo, a queda da Bolsa de Valores de New York, em 1929. Nela evidencia-se uma das características dessa crise, ou seja:
a) a falência dos banqueiros e o alastramento da recessão nos países do leste europeu.
b) a venda desenfreada das ações na Bolsa de Valores em New York e maciços investimentos dos E.U.A. nos países não-alinhados.
c) as greves gerais empreendidas pelos operários, os quais lutavam pela manutenção do emprego, aumento salarial e negociação das dívidas das fábricas.
d) o agravamento da questão social, expresso nas manifestações dos operários, dos trabalhadores sem terra e dos desempregados do comércio, o que precipitou a crise do FMI.
e) o alastramento do desemprego e a conseqüente redução do poder aquisitivo do mercado consumidor norte-americano.

4- Observe a figura: Super-Homem. "Super Interessante", jun. 2002. p. 40.

Quanto ao Super-Homem, criado em 1938, pode-se afirmar que cumpriu o papel de:
a) estimular a conciliação entre americanos e nazistas.
b) restabelecer os valores que orientaram a formação dos EUA.
c) difundir o ideário da participação coletiva própria do capitalismo liberal.
d) produzir reflexão crítica a respeito do individualismo burguês.
e) fortalecer a auto-estima da sociedade abalada pela depressão econômica.

5- O período entre as duas guerras mundiais (1919-1939) foi marcado por:
a) crise do capitalismo, do liberalismo e da democracia e polarização ideológica entre fascismo e comunismo.
b) sucesso do capitalismo, do liberalismo e da democracia e coexistência fraterna entre fascismo e comunismo.
c) estagnação das economias socialista e capitalista e aliança entre os E.U.A. e a U.R.S.S. para deter o avanço fascista na Europa.
d) prosperidade das economias capitalista e socialista e aparecimento da guerra fria entre os E.U.A e a U.R.S.S. e) coexistência pacífica entre os blocos americano e soviético e surgimento do capitalismo monopolista.

6- Caracterize o regime político a que a figura se refere e analise suas conseqüências.

7- Na década de 1920, o fascismo surge como uma posição política de crítica às democracias liberais e ao comunismo soviético por considerar que essas duas formas de governo destroem o valor supremo da nação e da pátria, quer pela corrupção econômica e política, que pregando o internacionalismo proletário que enfraquece as forças do Estado nacional. Sobre quais ideais se forma o fascismo e em que países consegue se impor como forma de governo?

8- Entre os princípios básicos do nazismo, pode-se destacar:
(01) o individualismo, na medida em que prioriza os interesses pessoais, em detrimento dos interesses da nação.
(02) o racionalismo, quando promove o instinto, a vontade primária e o intelectualismo como fatores de coesão do grupo.
(03) o expansionismo, apoiado na doutrina do espaço vital, visando a ampliar as fronteiras da Alemanha.
(04) a hierarquização da sociedade, criando uma elite dirigente, formada pelos mais fortes, mais aptos e mais decididos.
(05) o unipartidarismo, proclamando a existência de uma só corrente de pensamento como expressão da vontade nacional, identificada com o próprio Estado.
(06) o socialismo, procurando a transformação da estrutura da sociedade, a eliminação da propriedade e a implantação de uma sociedade sem classes.
(07) o culto ao chefe, transformado pelo fanatismo numa figura mítica de condutor e líder.

9- Quais dos fatores que contribuíram para a ascensão do fascismo na Itália e do nazismo na Alemanha durante a década de 1920?
10- Nesta sequencia podemos nos aprofundar vendo estes 3 pequenos documentários, sobre o Nazismo feito pela DISCOVERY CHANNEL.
O conteúdo destes vídeos serão discutidos em sala de Aula.

PRIMEIRA PARTE :

SEGUNDA PARTE:

TERCEIRA E ÚLTIMA PARTE: